segunda-feira, 5 de maio de 2008

Confuso ? Claro...

Desconhecido


Não entendo algumas mulheres. Simplesmente não entendo. Nas cabeças e bocas das mulheres, os homens são todos iguais. Generalizando, são básicos e não são de confiança. Até aqui tudo bem, elas têm todo o direito de pensarem o que quiserem de nós. O que eu não compreendo é que um tipo esteja com a namorada ao lado e esteja uma mulher a fazer olhinhos ao tipo.

Mas, afinal, o que é que elas querem ? O que é que esperam ? Portanto,a lógica de raciocínio de uma mulher é: está um gajo com a gaja dele, ela faz-lhe olhinhos e, com algum jeito, consegue atraí-lo, eles encontram-se, envolvem-se, ele deixa a gaja dele para passar a estar com a “nova” e depois ela espera que ele não lhe faça o mesmo ou que não exista uma mulher capaz de fazer o que ela fez.

Desculpem lá, mas isto tem lógica ? E elas ainda têm o descaramento de dizer que nós não as entendemos…

2 comentários:

barbara disse...

Afinal, após milénios de convivência o que sabem os homens sobre as mulheres??...O livro está em branco.
Confesso. Incluo-me no grupo que acha os homens um bocado básicos e de pouca confiança. Não me dão alternativa!! Não todos, claro. Alguns, poucos, não são assim. Esses chamam-se amigos. Os homens sabem ser amigos. Alguns dos meus melhores amigos são homens. Mas quando são algo mais, não sei, parece que perdem o bom-senso. Freud deve explicar.
Já que falas de "olhinhos", uma coisa que me irrita profundamente: porque é que os homens quando vêem um grupo de mulheres que saem sozinhas, principalmente se for um grupo pequeno (3,4,5), acham sempre que elas andam no engate?? Não sabem que nós podemos sair porque queremos arejar a cabeça, curtir a música, abanar o esqueleto, beber um copo e divertirmo-nos? E que não andamos necessariamente à caça? E que não temos de os aturar porque não nos apetece?
Não, não sou feminista nem velhota frustrada. Gosto de homens (alguns, claro).Mas não percebo porque não compreendem que nem sempre estão no centro do nosso universo.
Esbarrei no teu blog por acaso, achei piada ao nome e espreitei. É giro ver a versão masculina da coisa.
Ah! E há recipientes próprios para pôr os ovos no microondas.
Fica bem.

miúdo disse...

Ol� B�rbara

Vou-te s�r sinc�ro, eu at� acho que percebo um pouco as mulheres e sobre mulheres. S� que isso n�o me ajuda em nada. Continuo a ach�-las, regra geral, um bocadinho confusas. L� ter�o as suas raz�es. Mas h� excep�es...
Tenho que te confessar que concordo contigo: a mai�r parte de n�s s� b�sicos mas, se calhar, tamb�m somos mais simples e f�ceis de lidar. Acho eu. Quanto �s amizades, entendo teu desabafo. Porque eu n�o acredito muito em amizades dessas. Amizades puras, entenda-se.
Realmente, n�s homens temos tend�ncia para achar que n�s somos o centro do vosso Universo, talvez porque voc�s sejam o nosso, de uma forma ou de outra. Temos menos coisas em que pensar...
E acabamos por ca�r no erro de julgar que as mulheres s� saem em grupo � noite para o ataque. Eu sei que isso n�o � verdade e sei que voc�s s�o "m�zinhas" o suficiente para brincarem connosco em situa�es dessas. S� que, �s v�zes, o feiti�o vira-se contra o feiticeiro...

Quanto ao recipiente, obrigado pela dica mas, para j� desisti de coz�r ovos no micro-ondas :-)

Fica bem e obrigado ;-)